OBRIGADA POR VISITAR MEU BLOG! AMO VER OS COMENTÁRIOS,ANTES DE SAIR,DEIXE UM RECADINHO PRA MIM!

21 de jul de 2010

De volta ao lar....Graças a Deus!!!!!

Eu e minha família, fomos passar uns dias de férias no interior de São Paulo.
Nada como a tranquilidade do campo!Acordar cedinho ouvindo o galo cantar... as vacas mugindo, sapos coachando, as crianças brincando livres, como nós brincavamos quando éramos crianças, ao cair da noite fazer fogueira e ficar em volta conversando e comendo marshmallow.... É dessa parte eu gostei....rsrsrs A vida no campo definitivamente não é pra mim! Senti falta da poluição, do barulho dos carros, da pizzaria, da minha cama!
Foi legal jogar conversa fora, curtir as descobertas das crianças, tínhamos planejado ficar 5 dias.... Mas sabe como é , imprevistos acontecem e comigo parece que todos aconteceram na mesma hora!No domingo dia 18/07 as 19:00 minha filha mais velha começou a reclamar de dor no estômago, dei um remedinho básico e pensei que fosse só um mal estar passageiro.
Passados alguns minutos, ela começou a vomitar e não parou mais e como eu disse estávamos num lugar afastado saímos as 23:00 para procurar socorro médico.
Saímos no breu total, naquelas estradinhas de terra pra achar o pronto socorro,tínhamos conosco , minha cunhada Roberta que já tinha ido a este pronto socorro umas 3 vezes, (detalhe era seu aniversário, tadinha) minha filha passou mal o caminho todo demoramos uns 30 min. até chegar.Quando entramos no pronto socorro estava tudo tranquilo, não tinha fila de espera, pensei que bom! o atendimento vai ser rápido.Mas não foi assim, algum tempo depois... meu marido foi procurar alguém da enfermagem pra perguntar porque tava demorando tanto,minha filha nesse momento estava prestes a desmaiar. As enfermeiras mostraram uma maca onde eu podia deitá-la, e disseram para que meu marido batesse na sala do médico que, pra nossa surpresa estava dormindo!!!! E ficou super aborrecido quando foi despertado do seu sono revigorante!Izabelle estava desmaiando e ele veio todo bravo passou por ela e disse: se quiser atendimento traz ela aqui! Desumano o atendimento dele, me estressei! Meu marido pediu para que eu ficasse fora da sala, porque ele o "Dr." disse que não ia atender se eu ficasse falando...é mole!Saí ele receitou apenas Dramin, nada de soro porque ela ainda tinha lágrimas nos olhos e saliva...não estava desidratada ....Só depois de 3 dias ela estaria desidratada.
Voltamos para casa às:00:30 a cada 20 min. ela vomitava e assim foi até as 05:00, quando minha outra filha, Stephanie e eu começamos com os mesmos sintomas resolvemos voltar para lá, torcendo para que fosse outro que estivesse lá no plantão.(O outro hospital mais próximo ficava em Sorocaba há 12 km de onde nós estávamos , não tínhamos certeza se conseguiríamos chegar sem problemas,então preferimos não arriscar).Voltamos ao pronto socorro de Araçoiaba da Serra....
Quando chegamos lá , o cenário era totalmente diferente do primeiro pessoas chorando desesperadas porque alguém tinha morrido.Quando minha filha ouviu isso...Arregalou os olhos e deve ter pensado : Não quero ser a próxima!Passados uns 5 min. entra um homem vomitando...E gritando me ajude! não quero morrer! Ele estava tendo um derrame, o nosso querido médico nem se abalou, continuou preenchendo os formulários do óbito. As enfermeiras é que socorreram o coitado! Depois muito calmamente, ele surgiu no corredor,como se estivesse passeando depois de uma parada para o cafezinho.
Pra que um médico desse? Só serve para assinar atestado de óbito, mesmo.
A gente sempre vê casos de negligencia médica, seja na tv. ou relatos de conhecidos, mas só quando sentimos na pele...é que realmente dói e nos leva a pensar: como posso exercer meus direitos de cidadão,efetivamente?Claro através do voto, escolhendo meus representantes.Mas indo além: o que eu Jozi, posso fazer para contribuir diretamente para a melhoria dos serviços públicos,da sociedade em si? Graças a Deus minha filha hoje está melhor, mais quantas pessoas ainda vão precisar desse a atendimento, e não terão o mesmo final feliz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer saber mais sobre esta e outras peças? entre em contato!jozirpaes@ig.com.br